Aprenda aqui como fazer mapeamento de competências dos funcionários

Encontrar profissionais qualificados a fim de desempenhar corretamente suas atividades e contribuir para o sucesso da empresa é muito importante.

Dessa forma, o mapeamento de competências torna-se uma incrível ferramenta de gestão, de modo a delinear a avaliação dos funcionários e possíveis alterações, como a redistribuição de funções.

Você já ouviu falar sobre mapeamento de competências? Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é mapeamento de competências?

O mapeamento de competências faz parte das estratégias dos Recursos Humanos (RH), e sua finalidade é a definição das aptidões necessárias para cada cargo dentro da empresa. Quando a empresa define corretamente todas as competências ela consegue demarcar também o que pode esperar de cada colaborador.

O processo de mapeamento viabiliza a identificação das lacunas mais importantes dentro da organização. Assim, o gestor terá embasamento para elaborar estratégias e obter os melhores resultados para o bem geral.

Qual a relação entre competências e o CHA?

Para compreender melhor o que são competências, as ideias por trás da sigla CHA ajudarão bastante. Pode-se considerar como competência o conjunto de habilidades e disposições que um funcionário precisa ter para desempenhar determinada tarefa.

CHA significa Conhecimentos, Habilidades e Atitudes. O departamento de Recursos Humanos costuma usar esses três critérios para definir as competências.

Vamos definir esses itens, um por um:

  • conhecimentos: conjunto de informações, especialmente as técnicas, que o funcionário precisa ter para desenvolver determinada atividade;
  • habilidades: relacionam-se com a capacidade que o funcionário apresenta de colocar em prática seus conhecimentos;
  • atitudes: a forma de relacionamento que o funcionário mantém com as outras pessoas dentro da empresa, com as suas próprias atividades, com as suas próprias emoções e sentimentos, considerando-se, sobretudo, o domínio que ele tem sobre tudo isso (Análise Comportamental, também chamada DISC).

Como aplicar o mapeamento de competências?

O mapeamento de competências pode ser aplicado basicamente em três etapas: observação; aplicação de questionários; e consolidação dos resultados.

É necessário fazer uma lista elencando todas as competências necessárias para os cargos da empresa. Em uma Planilha de Avaliação de Desempenho por Competência, é possível registar todas elas, como:

  • comunicação;
  • autoconfiança;
  • liderança;
  • autonomia;
  • pontualidade;
  • responsabilidade;
  • paciência:
  • capacidade de aceitar e obedecer as regras;
  • determinação;
  • relacionamento com a equipe;
  • moral e ética.

Essas habilidades servem, em geral, para todos os cargos da empresa, mas vale apontar que alguns cargos podem ter demandas específicas em determinados aspectos, obviamente.

Veja agora como funciona cada etapa do mapeamento de competências:

Observação

A fim de mapear as competências de um cargo específico é preciso observar os funcionários em atividade. É fundamental compreender os processos mais importantes que a função realiza e a forma como o funcionário se relaciona com as outras normas e setores da organização.

Como se trata de um processo de observação, naturalmente é passível de falhas. Porém, é conveniente aplicá-lo, ainda que haja uma margem de erros a se considerar.

Aplicação de questionários

Essa etapa consiste em perguntar aos próprios funcionários quais as competências essenciais para desempenhar as funções:

  • pesquisa qualitativa: os funcionários preenchem o questionário com suas próprias opiniões sobre as competências requeridas (a análise dos questionários levará mais tempo já que haverá muitas respostas diferentes);
  • pesquisa quantitativa: os campos dos questionários são padronizados, elaborados pelo gestor, cabendo ao funcionário marcar as competências que considera necessárias para o cargo (pode-se deixar um espaço para colocar uma nota para cada competência).

Consolidação dos resultados

Nessa etapa, é preciso avaliar os dados e definir as competências para cada função. O gestor pode contar com a ajuda de outros profissionais para ouvir opiniões diferentes e chegar a uma conclusão. Com uma lista predefinida de competências, o trabalho torna-se mais simples.

Após o mapeamento de competências, será possível usar outras ferramentas da gestão de RH, como a Avaliação de Desempenho de Competências, cuja finalidade é avaliar os colaboradores por meio dessas classificações (é uma forma de buscar respaldo para decisões mais sérias, como demissões, transferências e promoções).

Já realiza o mapeamento de competências na empresa em que trabalha? Segue todas aquelas etapas citadas? Como costuma fazer o mapeamento? Deixe um comentário sobre o assunto!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *