Como integrar um profissional estrangeiro à cultura da empresa?

A prática de trazer um estrangeiro para trabalhar em empresas brasileiras está cada vez mais comum, visto que isso ajuda bastante no processo de internacionalização das organizações, além da possibilidade de contar com visões diferentes nas tomadas de decisões.

Com isso, integrar um profissional estrangeiro passou a ser um novo desafio no mercado — algo que, a princípio, pode parecer fácil, mas que necessita ser cuidado de perto, para que nenhum detalhe passe batido. Afinal, estamos lidando com vidas, carreiras e diversas expectativas.

Se você tem interesse nesse tema e gostaria de saber como integrar um profissional estrangeiro à cultura da sua empresa, veja as dicas a seguir!

1. Faça um alinhamento prévio

Fazer um alinhamento prévio com o profissional estrangeiro que fará parte do seu quadro de funcionários é muito importante para explicar desde questões culturais e climáticas sobre o Brasil até sobre a empresa propriamente dita.

Entender quais são as expectativas desse colaborador, perguntar um pouco mais sobre a sua cultura, para que você possa preparar sua equipe, e contar como funcionam as coisas por aqui, pode prevenir uma série de mal entendidos, aumentando as chances de o trabalhador se sentir confortável desde o primeiro momento.

O alinhamento também é um item válido para a equipe que vai receber o profissional. Explicar alguns detalhes acerca de sua cultura e seus costumes também vai facilitar o processo de adaptação do estrangeiro.

2. Crie um programa de apadrinhamento

Normalmente, a pessoa que vem de outro país para trabalhar no Brasil chega aqui sem conhecer ninguém, o que pode dificultar a sua adaptação, já que ele vai sentir ainda mais falta da família e dos amigos.

Criar um programa de apadrinhamento dentro da empresa pode ajudar bastante nessa fase. Você deve nomear um colaborador para ser o “padrinho” de cada um dos estrangeiros de sua equipe. O ideal é que a pessoa se voluntarie para isso, mostrando que está engajada com a causa.

A função do padrinho é apresentar a cidade para a pessoa, levá-la para passear, conhecer alguns pontos turísticos, explicar como funciona o transporte público, dar dicas de restaurantes e lugares para sair, enfim, agir como se estivesse recebendo um amigo em sua cidade.

Aqui, deve-se tomar cuidado para não virar uma babá do intercambista e deixá-lo dependente, mas ensiná-lo a se virar sozinho em seu novo país e fazer com que ele se sinta mais à vontade em meio a tantas mudanças culturais.

3. Estimule o aprendizado de idiomas

O idioma é a primeira dificuldade que o estrangeiro vai encontrar em sua empresa, principalmente se ele não falar português e nem todos os colaboradores entenderem a sua língua.

Por isso, faça o que estiver ao seu alcance para incentivar a sua equipe a iniciar os estudos de idiomas, principalmente o inglês, que é considerado como a língua universal.

Procure parcerias com escolas de inglês que ofereçam descontos para os seus funcionários, e dependendo do seu orçamento, considere a possibilidade de fechar grupos com professores particulares que possam dar aulas in company.

4. Promova a integração entre toda a equipe

A chegada de uma pessoa de fora, na empresa, normalmente cria um clima de confraternização, de modo que os colaboradores ficam animados em conhecê-la e saber mais sobre a sua cultura.

Porém, é comum que esse entusiasmo aconteça apenas no começo e ,depois, se o profissional tiver alguma dificuldade de integração, ele pode se sentir isolado. Nos casos em que mais de um estrangeiro chega para trabalhar na organização, eles também podem acabar se fechando apenas entre eles.

Por isso, promova a integração da equipe como um todo, por meio de dinâmicas de grupo, na qual todos possam se conhecer melhor e descobrir pontos em comum, confraternizações em datas comemorativas e aniversários, passeios, etc.

Ações desse tipo contribuem para a qualidade de vida no trabalho e ainda melhoram o clima organizacional, potencializando o desenvolvimento dos profissionais e, consequentemente, da empresa.

Gostou dessas dicas sobre como integrar um profissional estrangeiro e quer saber mais sobre o assunto? Baixe agora o nosso guia definitivo para contratar estrangeiros em sua empresa!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *