Depois do feedback: como acompanhar os funcionários com follow up

Tão importante quanto planejar os rumos do negócio é monitorar os resultados almejados. Afinal, assim podemos acompanhar cada uma das metas e avaliar se estamos realmente no caminho certo. Parte desse monitoramento envolve os próprios colaboradores, que precisam atender o desempenho esperado para que toda a organização conquiste os resultados.

É durante o acompanhamento dos colaboradores que acontecem os famosos feedbacks. Nesse momento, os gestores trabalham no alinhamento, para que todos realizem suas funções da melhor maneira possível.

No entanto, é comum não saber o que fazer depois do feedback. Você vai descobrir, no post de hoje, como fazer o follow up junto à equipe. Confira!

Mantenha a postura de coaching

Depois do feedback, o colaborador precisa entender que ainda pode recorrer ao gestor. Por isso, é muito bom manter a postura de coaching. Assim, você não fecha o diálogo com o profissional, que poderá entrar em contato sempre que surgirem novas dúvidas a respeito dos processos internos da empresa.

Existem organizações que realizam um trabalho ainda mais intenso de coaching, internamente. As lideranças, mais experientes, se tornam responsáveis pelos novatos. Dessa forma, o fluxo de conhecimento da empresa é sempre reciclado e todos trabalham de maneira harmônica e coesa.

Claro que o coaching pode ser mais ativo, afinal, a ideia é realizar o follow up depois do feedback.

Parabenize o progresso individual

Quando for realizar o follow up, é importante sempre estimular o progresso do profissional, mesmo quando ainda existem questões a serem trabalhadas. Ele precisa entender o que está fazendo de errado e, também, o que está acertando, para que possa fazer as correções certas no desenvolvimento das suas tarefas. Generalizar, portanto, não é a solução.

Além disso, mostrar que o colaborador também age corretamente é uma forma de manter o seu motivacional, afinal, receber apenas críticas pode desestimular a ponto de influenciar até mesmo o que ele está realizando bem.

Estimule a autorreflexão

Embora a visão do gestor seja fundamental e determinante para que o colaborador continue no caminho certo, o ideal é quando o próprio profissional reconhece suas falhas e acertos. Por isso, é muito importante que você estimule a autorreflexão.

Algumas avaliações de desempenho são destinadas especificamente para esse tipo de olhar voltado para si mesmo. No entanto, o próprio gestor pode fazer perguntas para os colaboradores no dia a dia, como questionar sobre suas rotinas – se estão melhores ou piores, por exemplo –, sobre os resultados conquistados após o feedback e o acerto na mudança de postura.

Trabalhe com dados e informação

Por fim, é fundamental que o gestor trabalhe sempre com dados e informação, caso contrário, o colaborador não terá as bases para avaliar o que precisa ser mudado e o próprio gestor enfrentará problemas para monitorar os resultados.

Por isso, é muito importante levantar esses dados, e a melhor forma de fazer isso é por meio da automação. Hoje, existe uma série de softwares e sistemas internos destinados a esta tarefa. Usá-los pode ser o seu trunfo para melhorar os resultados dos colaboradores na sua empresa.

As técnicas de follow up existem para estimular o desenvolvimento de todos, gestores e colaboradores, e garantir que o seu crescimento profissional não estacione em alguma reunião, num passado remoto, mas siga evoluindo, mesmo depois do feedback.

Gostou das nossas dicas de hoje? Então que tal compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais?

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *