Quantos estagiários uma empresa pode ter?

Em algum momento, qualquer empresário já deve ter feito esta pergunta. Principalmente, quando seu empreendimento está em crescente desenvolvimento e, entre outras questões importantes, pretende reduzir custos com folhas de pagamento sem prejudicar o desenvolvimento do seu negócio.

Neste contexto, este tipo de contratação surge como uma excelente alternativa. Mas, você já sabe quantos estagiários uma empresa pode ter? Caso tenha esta dúvida, vamos ajudar a esclarecê-la. Por isso, não perca a oportunidade e continue a leitura!

Saiba o que é permitido pela lei e quantos estagiários uma empresa pode ter

Primeiramente, é importante saber o que está previsto pela Lei do Estagiário. Esta regulamentação é responsável pelas diretrizes na contratação da categoria e determina as características e os principais aspectos deste regime que tem algumas particularidades.

Em relação aos números, segundo a lei, a proporção adequada é de um estagiário para cada cinco empregados efetivos da instituição e a porcentagem máxima deve obedecer o limite de 20% do quadro de funcionários contratados.

Contudo, sugerimos que estes dados sejam otimizados visando o atendimento das suas demandas de uma maneira produtiva e responsável. Pois, não basta apenas cumprir as previsões legais, vale a pena extrair e desenvolver as aptidões desses profissionais novatos sem esquecer do caráter educativo e dos principais objetivos de um contrato de estágio.

Seja um empregador consciente

Lembre-se: você não deve pensar apenas em quantidade ou redução de despesas. Acredite que a contratação de estagiários aliará qualificação intelectual a uma contribuição real para o desenvolvimento do seu empreendimento.

As vantagens não se resumem somente às isenções de encargos sociais e trabalhistas, pois investimentos neste tipo de empregabilidade são sinônimos de incentivo ao aperfeiçoamento, tanto da sua equipe profissional quanto na possibilidade de aquisição de um futuro funcionário.

Por esta razão, valorize aqueles que podem ser treinados desde o início, de acordo com a visão e a cultura da sua empresa. Não desperdice a chance de promover a credibilidade da sua marca contribuindo para o progresso e a inserção destes jovens no mercado de trabalho.

Esteja sempre atento às regras do contrato de estágio

Outra questão importante é a observância dos quesitos contratuais que são exigidos e se referem aos direitos dos estagiários. Estas prerrogativas devem ser rigorosamente cumpridas para que não hajam eventuais transtornos jurídicos ao seu negócio.

Quando conceder uma oportunidade de estágio, você precisará se adaptar e estar atento às obrigações trabalhistas. Isso porque embora esta categoria não tenha os mesmos direitos dos funcionários efetivos, é preciso obedecer algumas responsabilidades.

Portanto, cumpra o horário da jornada de trabalho, respeite os limites de tempo de contrato, ofereça os auxílios financeiros obrigatórios, disponibilize um seguro contra acidentes, assim como a concessão das férias. Mas, também entenda que algumas garantias aplicadas aos contratados não servem aos estagiários. Alguns direitos como FGTS, 13° salário, férias remuneradas, entre outros, não são uma imposição à concedente.

Agora, que está ciente de algumas informações e já sabe quantos estagiários uma empresa pode ter, você já pode aproveitar para direcionar as estratégias adequadas e mais favoráveis. Utilize-as da melhor maneira possível e obtenha bons resultados em suas contratações.

Se você gostou das dicas do artigo, aproveite e confira mais um de nossos posts: 3 vantagens de contratar um funcionário estrangeiro!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *